A gestão do seu laboratório está preparado para momentos de crise? - be-in digital solutions

A gestão do seu laboratório está preparado para momentos de crise?

No dia 24.03, na primeira semana de isolamento recomendado pelo Ministério da Saúde, Thiago Kempen e Fernanda Jabur conversaram sobre como lidar durante esse período, dado que as expectativas econômicas são desconhecidas. Como o gestor poderia agir com o objetivo de minimizar os efeitos da crise e ainda aproveitar o momento para realizar atividades que não são possíveis na rotina normal.

“Estamos sim em uma fase difícil, principalmente pelo medo do desconhecido. Como me livrar de algo que desconheço? Não tem como. Vamos ignorar o que há por trás dessa insegurança e focar no que sentimos. Ciente do que sentimos quando inseguros, saberemos o que nos afeta. Sabendo a causa, saberemos o que fazer para enfrentar e superar os problemas.”

A maioria dos laboratórios estão se perguntando, e agora? Espero, demito meus funcionários, dou férias, mantenho os ativos, vendo equipamentos, o que eu faço?

Tudo isso é uma possibilidade, mas por onde começar?

1. Respire

Crises fazem parte de nossa trajetória e podemos escolher o pânico e colocar tudo a perder ou a sensatez. Para conseguimos raciocinar precisamos respirar, desacelerar os batimentos cardíacos e garantir que nossos cérebros recebam boas doses de oxigênio para ativar nossas conexões nervosas.

2. Revise as Despesas

Nesse momento onde teremos esse tempo forçado, podemos usá-lo para avaliar e classificar nossas despesas. Será que podemos cancelar serviços dispensáveis como diminuir o plano de dados de internet que uso no laboratório? Cancelar algum serviço digital nesse período que não fará sentido nesse período de afastamento? Lembre-se que esse afastamento já haverá reduções consequentes com a falta de uso, como contas de luz, água, entre outras.

3. Revisite seus Processos

Com o tempo a mais, vale preenchê-lo avaliando se os seus processos estão adequados. Será que o layout do laboratório está otimizado? Será que não pode ter um fluxo de trabalho onde necessite de menos espaço físico? Será que o tempo que leva de um estágio de produção ao outro está adequado? Será que meu estoque está além do necessário? Momento importante para identificar possíveis gargalos.

4. Renegocie com seus Fornecedores

Não fique inadimplente, mantenha a relação saudável com seus fornecedores. Para conseguir cumprir seus compromissos, converse com cada um deles e veja como pode readequar os prazos principalmente os de maior valor, fazendo um novo calendário de pagamentos sem que gere inadimplência e possíveis desgastes na relação.

Definitivamente essa é uma crise que não escolherá setor, nicho, profissão. Todos sem exceção seremos afetados. O bom senso, o profissionalismo e a empatia são fatores primordiais para conseguirmos passar por ela. Que nos sirva de aprendizado e que consigamos sair o menos afetados possível!

Para contribuir com esse momento, disponibilizamos uma planilha para que você se organize. Clique aqui e faça o download!

Quer se aprofundar no assunto, confira o conteúdo do curso “Gestão inovadora para Laboratórios de Prótese”com MArcos Kogut e Thiago Kempen. Clique aqui!

Compartilhe este post!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.