Escaneamento intraoral na primeira consulta - be-in digital solutions

Escaneamento intraoral na primeira consulta

primeira consulta

Mais que a substituição da moldagem, o escaneamento intraoral é uma ferramenta de diagnóstico, de acompanhamento do tratamento e de comunicação com o paciente.

A tecnologia pode transformar a rotina de profissionais e pacientes, mas para isso é preciso entender como os recursos e ferramentas podem ajudar nesse novo comportamento!

“Os equipamentos utilizados na odontologia digital como scanners intraorais, impressoras 3D, softwares de planejamento são ferramentas, ou seja, os meios para atingirmos melhores resultados.”

Não adianta ter um scanner intraoral se não souber aproveitar dos recursos para estabelecer um novo patamar na comunicação com o paciente.
Se não conseguir ganhar velocidade no fluxo do tratamento e não tiver mais qualidade no resultado final do trabalho.

Confira abaixo pontos de atenção para que você tenha certeza de estar aproveitando o máximo do digital:

  1. Primeira consulta
    Na primeira consulta o principal objetivo é estabelecer uma comunicação fluida com o paciente e mostrar segurança sobre diagnósticos e documentações.

    O escaneamento intraoral vai garantir que consiga atingir esses objetivos e ainda promover uma grande experiência ao paciente.

    Através da imagem em 3D maximizada, mostre ao paciente o diagnóstico. Pela primeira vez ele terá chances de realmente entender o que está acontecendo com a sua saúde bucal e qual o plano de tratamento a seguir.

Aqui é o momento de aproveitar o encantamento e fazer a proposta do Plano de Tratamento. Estando seguro das informações, tendo claro o plano, o paciente estará mais engajado e confiante para fechar com você.

2. Acompanhamento do tratamento

Você apresentou com excelência na primeira consulta todas as etapas do tratamento e isso gerou uma expectativa de que sempre a comunicação seria fluida e transparente. Lembre-se! O paciente só conseguiu entender com clareza por conta das imagens e isso deve-se manter por todo o período do tratamento.

O escaneamento intraoral também vai ajudar a ser uma ferramenta de comparação, use-a! Mostre os avanços, em que etapa do tratamento estão e o que falta ser feito.

O escanemento não pode ser apenas para atender as necessidades técnicas para a conduta do tratamento, ele é ferramenta de comunicação!

Fazer vídeos como antes / depois do tratamento ajuda ao paciente entender o status e continuar confiante de que fez a melhor escolha.

3. Tecnicamente falando
Informações precisas da boca, sem distorção de material e possíveis falhas no modelo otimizam as etapas de conduta do caso clínico.

Tendo uma comunicação estabelecida entre planning center e laboratório, há ganho de tempo, de qualidade e resultado.

Os profissionais mais experientes na área digital garantem que o número de refações nas próteses chegaram a zero, houve redução no custo por terem eliminado os materiais de moldagem e gesso da lista da dental e ganho de tempo de cadeira, já que a comunicação entre consultório e laboratório, sendo totalmente digital, é além de rápida, mais assertiva.

Por que não agendar o escaneamento intraoral do seu próximo paciente?

Adote como regra o escaneamento intraoral na primeira consulta e se surpreenda!

oro scan

Compartilhe este post!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp