Guia Periodontal – passo a passo do fluxo digital

A importância do escaneamento intraoral infantil (3)

A cirurgia periodontal para aumento de coroa clínica tem como objetivo, na maioria das vezes, o apelo estético do sorriso em busca de mais harmonia.

O Guia para a Cirurgia Periodontal vem para ajudar em dois pontos:
* Apresentação ao paciente e alinhamento de expectativas e
* Precisão do local da incisão para cumprimento do planejamento proposto

Confira o passo a passo:

Escaneamento Intraoral – capturar as imagens em 3D ajudará no diagnóstico e clareza no compartilhamento das informações ao paciente. Tendo as informações claras, conseguirá transmitir mais segurança e consequentemente terá mais engajamento por parte do paciente.
A produção do arquivo digital das informações capturadas para envio à Central de Planejamento.

Escaneamento Intraoral Oro Scan

Documentação Panorâmica – a documentação panorâmica é importante para ter as informações de altura e anatomia óssea. A precisão do cruzamento das informações do escaneamento intraoral com a panorâmica ajudará na assertividade do planejamento e execução da cirurgia.

Radiografia Panorâmica

Planejamento Digital – os dois arquivos – escaneamento intraoral e documentação panorâmica serão encaminhados para a central de planejamento (seja uma empresa especializada ou laboratório de prótese) para realizar o desenho da Guia Cirúrgica que irá direcionar a altura correta da incisão a ser feita na gengiva.
O Planejamento Digital pode ser feito em empresas especializadas chamadas de planning centers ou laboratório de prótese que oferecem o serviço.

Planejamento Digital

Apresentação ao paciente – um dos momentos mais importantes é validar com o paciente a expectativa final do trabalho.
Hoje temos muitas opções visuais para fazer a apresentação- seja através de viewers (programas em que o paciente consegue visualizar o planejamento em seu próprio computador ou celular) ou imagens capturadas do escaneamento intraoral e do planejamento que mostram a proposta final do trabalho.

Ter a projeção visual do final do trabalho e fazer o alinhamento das expectativas com o paciente é o meio para assegurar a satisfação ao final!

Impressão do Guia – com o planejamento pronto e tendo validado a proposta com o paciente, é hora de imprimir o guia para finalmente realizar a cirurgia.
Há resinas biocompatíveis e autoclaváveis no mercado que garantem total segurança ao paciente.

Fonte – Medicalexpo

Cirurgia – com o Guia em posição, é hora de seguir com precisão a demarcação para incisão e recorte do tecido de acordo com o planejado.

Escaneamento intraoral pós cirúrgico – é hora de apresentar o resultado final realizando novo escaneamento intraoral. A partir dele pode-se montar comparativos e apresentar o paciente como o trabalho ficou conforme previsto e de acordo com a expectativa inicial.
Além de armazenar as informações e propor acompanhamento futuro do trabalho com o paciente.


Surpreenda seu paciente! Utilize as ferramentas digitais para agregar valor na rotina do seu trabalho.

Compartilhe este post!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp